FANDOM


Espectro Emocional
Emotional Spectrum-1
Informações Gerais
Tipo Luz
Usado por Tropa dos Lanternas Verdes
Tropa dos Lanternas Azuis
Tropa Sinestro
Tropa dos Lanternas Vermelhos
Tropa dos Lanternas Laranjas
Tribo Indigo
Safiras Estrelas
Tropa dos Lanternas Brancos
Tropa dos Lanternas Brancos
Primeira Aparição Lanterna Verde: Rebirth #3

História Editar

Origem Editar

O Espectro Emocional eletromagnético é um campo de energia que é alimentado pelas emoções de todos os seres sencientes. Inevitavelmente, os seres sencientes aprenderam a canalizar esse espectro e criaram sete formas únicas de energia com base em suas emoções, com uma cor única para cada emoção. Os Maltusianos, a mais antiga raça conhecida na existência, foram os primeiros a descobrir e aproveitar esse campo. Krona era conhecido por exercer todo o poder do espectro emocional, e por um momento acraditava-se que ele era um ser imortal, por causa de ser capaz de tal façanha. As corridas sucessoras finalmente conseguiram aproveitar as emoções de varias cores diferentes. Eles descobriram também que quanto mais distante é uma cor do centro do espectro, mais o portador tem dificuldade em controlar a energia, De acordo com a profecia do Livro de Ao, as sete cores do espectro emocional seriam aproveitadas por sete Tropas de Lanternas diferentes, que iriam iniciar uma guerra uns contra os outros em um conflito chamado de Guerra das Luzes, e cumprindo então A Profecia da Noite Mais Densa.

Após a Guerra dos Lanternas Verdes, vários anéis de poder de diferentes tropas selecionaram Kyle Rayner como seu portador. Este ato lhe permitiu aproveitar o poder de todo o espectro emocional por um breve momento, algo que os Guardiões do Universo achavam impossível de ser feito por um humano. Suas expectativas se confirmaram quando Kyle começou a sangrar e enfraquecer, e os anéis de poder se destruíram, deixando ele indefeso diante dos Guardiões.

Luzes Editar

A Luz Branca da Vida Editar

A Luz Branca da Vida é a forma original de onde o espectro emocional surgiu. De acordo com Indigo-1 e os Guardiões do Universo, no inicio do universo tudo era escuridão absoluta. Em um ponto desconhecido na história, a luz branca foi introduzida por uma entidade ou entidades desconhecidas, e por 700 anos o universo era nada além de uma luz branca ofuscante. A escuridão, no entanto, lutou contra a luz, eventualmente, dividindo-a em 7 cores do espectro que existe hoje. Aqueles que exercem a luz branca têm a capacidade de ressuscitar os mortos, teletransporte e podem criar construções que podem potencialmente durar mais tempo do que aquelas criadas por outras luzes.

A energia branca vem de todas as coisas vivas, e todos os seres vivos a partir dela. Até agora, os manejadores do anel parecem não ter controle total sobre o próprio. Ao contrario de outros anéis, que devem ser recarregados a partir de uma bateria (com a exceção do preto), os anéis brancos são automaticamente carregados sempre que o portador realizar ações que o mantenham “vivo”.

A Luz Vermelha da Raiva Editar

O Vermelho é uma das energias muito longes do centro, e representa a emoção da raiva. Somente uma pessoa que sentiu uma enorme raiva é capaz de tocar a luz vermelha. No entanto, o controle da luz vermelha também torna o coração inútil e estraga o sangue do portador. Além disso, a luz vermelha tem o efeito mais profundo sobre a mente do portador do que qualquer outra luz, tornando a maioria dos usuários em nada mais nada menos que um animal raivoso. A luz vermelha foi usada pela primeira vez por Atrocitus, usando um ritual de sangue para formar anéis e baterias de energia para serem usados pela Tropa dos Lanternas Vermelhos.

A Luz Laranja da Avareza Editar

A laranja é outra energia longe do centro, e representa a ganância, capaz de ser aproveitada por aqueles cuja ganância não conhece limites. Os Controladores, um grupo originado dos Maltusianos, desejando criar um universo pacifico, procuraram a luz laranja para realizarem tal feito. No entanto, eles despertaram Larfreeze. Já que eles eram Maltusianos, Larfreeze considerou isso uma violação de um tratado que ele fez com os Guardiões e lançou um ataque sobre o universo. Aqueles que controlam a luz laranja são capazes de roubar as identidades de pessoas que eles mataram, e usá-las para criar constructos de energia que servem ao portador. O anel laranja também é capaz de drenar energias verde, violeta, amarela e vermelha. Além disso, esses anéis também permitem voo, campos de força e comunicação. O anel laranja é incapaz de drenar poderes de um anel azul. Suas interações com o espectro índigo ainda é desconhecida. O anel laranja também possui uma série de outros efeitos ainda não descobertos..[1]

A Luz Amarela do Medo Editar

O amarelo é uma cor que está perto do centro, e representa a emoção do medo. Um ser capaz de incutir grande medo nos outros é capaz de empunhar esse poder. A luz amarela foi finalmente aproveitada por Sinestro e Anti-Monitor, que criaram a Tropa Sinestro, uma organização que iria trazer ordem ao universo.

A Luz Verde da Força de Vontade Editar

Verde é a cor central do espectro, e representa a força de vontade. Esta cor tem a menor quantidade de influencia sobre o portador, e só pode ser controlada por alguém que uma vontade indomável que pode superar um grande medo. Os Oanos aproveitaram essa energia. Após a saída dos Controladores, qualquer que permaneceram em Oa tornaram-se os Guardiões do Universo, e usaram a luz verde como fonte de poder para a Tropa dos Lanternas Verde, uma organização que iria manter o universo em ordem.

A Luz Azul da Esperança Editar

O azul é uma cor perto do centro, e representa a emoção da esperança. A luz é capaz de ser empunhada por um ser que pode trazer esperanças de um futuro para os outros. A luz azul é a mais poderosa e a mais fraca do espectro,( Sem um Lanterna Verde por perto, um Lanterna Azul só consegue usar seu anel para fins básicos como voar, prover comunicação, se proteger no vácuo do Espaço e projetar qualquer objeto conhecido coberto por uma aurora azul) mas é também a mais difícil de manejar e compreender. Os Guardiões exilados Ganthet e Sayd foram os primeiros a aproveitar a luz azul, formando a Tropa dos Lanternas Azuis, uma tropa que auxiliou a Tropa dos Lanternas Verdes em seus confrontos durante a Guerra das Luzes. Apesar de ser uma cor poderosa, ela só pode funcionar totalmente na presença da luz verde (esperança sozinha é um sonho vazio, exigindo vontade para torná-lo realidade). A luz azul é capaz de drenar a luz Amarela, e a Laranja (O anel laranja é incapaz de drenar poderes de um anel azul)  e de Suprimir  a Vermelha (o anel azul da esperança pode extinguir a chama vermelha da raiva)[2] e Ampliar a Verde em 200%.

A Luz Indigo da Compaixão Editar

Indigo é uma cor mais distante do centro, e representa a compaixão. A luz Indigo pode ser empunhada por um ser com grande compaixão pelos outros, usando para curar os doentes e feridos. No entanto, a compaixão também pode ser forçada em uma pessoa, transformando-a em um escravo que sente somente a compaixão. Os usuários desta luz são capazes de canalizar e utilizar as luzes de outras tropas como se fosse seu portador, e até mesmo de se tornar temporariamente um dos membros de determinada tropa. A Tribo Indigo tem aproveitado essa luz, a maioria dos membros contra a sua vontade.

A Luz Violeta do Amor Editar

Violeta é uma das cores mais distantes do centro, e representa o amor. Aqueles que possuem grande amor, perderam seu amor ou foram rejeitados são capazes de empunhar a luz violeta. As Zamaronas acreditam que a rejeição dessa emoção por parte dos Maltusianos masculinos era uma blasfêmia, e deixaram Oa. Viajando através do universo, elas encontraram dois cadáveres cristalizados de uma macho e uma fêmeas abraçados. Entre eles estava um cristal conhecido como Safira Estrela, um objeto preenchido com a luz violeta. Infelizmente, as Zamaronas, interpretando a melhor maneira de espalhar o amor por todo o universo e destruir o ódio e o medo, era usar a safira estrela para cristalizar mundos inteiros e prender seus habitantes.

Pior ainda, a Safira Estrela era uma parasita que anulou a vontade do usuário e obrigou-o a atacar os objetos de sua afeição, bem como exibir um medo intenso de homens. Aqueles que empunham a luz violeta podem mostrar aos outros seus amores destinados através da Estrela Safira que possuem, e criar estruturas de cristal, bem como de energia.

A Ausência de Cor da Morte Negra Editar

O preto é a cor dos mortos e dos sem emoção. É a cor da Tropa dos Lanternas Negros, tecnicamente não é uma cor, mas sim uma ausência de cor e luz, e não aparece no próprio espectro por esta razão, pois o espectro emocional é composto de energia e luz. Aqueles que estão mortos são os únicos capazes de se tornarem Lanternas Negros.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.